O PIB e o otimismo das expectativas otimistas

Prof. Dr. Vinícius Pereira (Economia/UFES)
“Afora otimismos e expectativas, qualquer aquecimento do nível de atividade econômica, e consequente crescimento do PIB, terá de vir do fortalecimento imediato do mercado interno, de maiores recursos e condições de crédito de longo prazo para a o empresariado brasileiro, ou que aqui opera, da qualificação do jovem, do aumento da produtividade do trabalho, de investimentos vultosos em infraestrutura, tecnologia, educação e saúde, da geração de empregos, da elevação do poder de compra da massa dos trabalhadores. Esperar um novo ciclo de commodities é uma aposta bastante otimista, pois o comportamento da economia mundial aponta em outro sentido. ”